Your application for a Courtesy Membership is under review

We have just received your information and we will get back to you shortly. Check out the steps below:

Information sent


2

Application in analysis


3

Feedback email


4

Complimentary access activated

* Required fields
I confirm that I have read and agree to the Terms and Conditions of GRI Club
Credit: Liufuyu/ Envato
Real Estate

Executivos mantêm otimismo sobre o setor imobiliário

4 MIN READ February 16, 2021

Diante do cenário atual causado pela pandemia de covid-19, o GRI Club realizou a primeira edição do GRI Talks em 2021, reunindo virtualmente os principais líderes do mercado imobiliário. As rodadas de conversas informais funcionam como um catch up para que os executivos possam dialogar, expressar suas percepções e expectativas, discutir estratégias e examinar como a economia e o cenário global impactam o setor atualmente.

A edição de janeiro teve cerca de 150 participantes e abordou, dentre outras questões, o apetite dos investidores, as expectativas de demanda por espaços corporativos e residenciais, o comportamento dos preços de locação, o desempenho dos shopping centers e a retomada das viagens de negócios. 

Entre uma discussão e outra, enquetes foram lançadas na tela e respondidas pelos participantes, uma forma de captar o humor e as projeções dos executivos em relação à economia do país e ao panorama setorial. 

Embora mais da metade dos respondentes avalie que o Brasil somente sairá da recessão em 2022 (54%), quase 70% creem que o desempenho do mercado imobiliário será bom (53%) ou muito bom (16%) ao longo do ano. Além disso, segundo 52% dos executivos, os resultados da empresa no ano passado já superaram os obtidos em 2019. 

Por outro lado, 29% amargaram retração no mesmo período, sendo que para 10% das empresas os resultados foram muito piores. Pensando em 2021, nenhum executivo afirma esperar resultados péssimos e apenas 3% projetam um desempenho pior do que em 2020; outros 28% avaliam que o volume de negócios será similar ao do ano passado. Veja os percentuais a seguir.



Por mais que a pandemia tenha alterado as relações de trabalho, instaurando regimes de trabalho remoto ou híbrido, mais da metade (53%) dos executivos acredita que a vacância dos escritórios e o ritmo de procura por novos espaços corporativos se mantenha em 2021, bem como que a hotelaria de negócios não seja impactada drasticamente (64%).

Em relação ao mercado residencial, na opinião dos executivos os projetos de médio padrão terão destaque (30%), seguidos pelos imóveis para renda (27%). Os projetos de alto padrão (17%) e o Programa Casa Verde e Amarela (16%) aparecem na sequência, sendo os studios e apartamentos compactos bem localizados a opção menos apontada na sondagem (10%), como mostra a imagem abaixo.



Após as discussões iniciais, foram criadas salas temáticas nas quais os participantes puderam estreitar o debate sobre cada um dos segmentos do mercado imobiliário. O modelo será mantido para a edição de fevereiro, que acontece no próximo dia 26 (inscreva-se aqui).

Dentre os participantes deste primeiro eMeeting, estavam: Abel Castro (Accor América Latina), Fabricio Mitre (Mitre Realty), Fernanda Rosalem (Pátria Investimentos), Gastão Valente (GIC), Luciano Amaral (Benx), Marcelo Fedak (BlueMacaw), Mauro Dias (GLP) e Pedro Carraz (XP Asset).

Agenda do GRI Club Real Estate no Brasil

A agenda de eMeetings do GRI Club Real Estate Brasil em 2021 já está disponível. Conheça o que vem pela frente e programe-se. 

Por Henrique Cisman e Júlia Martini GRI Residencial para Renda eSummit

Related News