Divulgação
Português

Credit Suisse quer mais ativos imobiliários na América Latina

Christoph Schumacher vem ao Brazil GRI falar sobre planos do Credit Suisse Asset Management e perspectivas do mercado.
2 MIN READOctober 31, 2018
A área imobiliária do Credit Suisse Asset Management (CSAM) tem sob gestão cerca de CHF 41 bilhões (os dados mais recentes disponíveis, de abril, o equivalente a pouco mais de US$ 42 bilhões). A fatia da América Latina nesse total ainda é bem restrita, mas deve aumentar, de acordo com Christoph Schumacher, que comanda a operação.

"Queremos expandir a participação da região no nosso portfólio. Os mercados imobiliários na maior parte dos países latino-americanos continuam defasados na sua recuperação e acreditamos que tenham um potencial substantivo de retomada", afirmou ele no início deste ano em entrevista à GRI Magazine. "Nossa exposição à região está abaixo de 0,5% do total dos nossos ativos sob gestão. Gostaríamos de ampliar essa fatia estrategicamente e investir em mais países latino-americanos." 

Para falar sobre esses planos e outros temas, sobretudo as perspectivas do setor imobiliário global, latino-americano e brasileiro, Schumacher estará no Brazil GRI 2018. Esse, que é o principal evento da indústria de real estate no País, acontece em 6 e 7 de novembro em São Paulo. 

"Me sinto muito honrado com a oportunidade e ansioso para encontrar investidores locais e internacionais no mercado brasileiro, assim como parceiros locais. O GRI é uma ótima plataforma", afirma o líder global da área imobiliária do CSAM. 

Países-alvo

O Brasil é um dos principais alvos do interesse do Credit Suisse Asset Management pela América Latina; porém, não o único. "Vários [países] parecem estar num momento interessante do ciclo. Vemos o mercado imobiliário brasileiro como uma significativa oportunidade anticíclica, após a acentuada recessão do País. Também Chile, Colômbia e Peru são atrativos a investimentos", indicou Christoph Schumacher. 

Hoje, o único país da região em que o CSAM investe diretamente é o Chile. No Brasil, o Credit Suisse opera via Hedging-Griffo, corretora adquirida em 2006. 


Veja a entrevista completa com Christoph Schumacher, líder global da área imobiliária do Credit Suisse Asset Management, aqui


Brazil GRI 2018
Você pode estar entre o seleto grupo que vai participar do Brazil GRI e interagir com Christoph Schumacher, líder global da área imobiliária do Credit Suisse Asset Management. Saiba como participar e conheça a programação completa do principal encontro do mercado imobiliário no Brasil. Confira
Related News
←  SHARE
Real Estate
GRI
X
Privacy policy and how we use cookies
We use cookies to give you the best experience on our website.
By continuing we'll assume you're on board with our privacy police
Accept and hide this message