Crédito: Regus
Português

IWG cresce em meio a recuo da WeWork

November 10, 2020

Prédio onde está localizado o Spaces Ipanema foi devolvido pela WeWork em junho; área tem capacidade para receber mil pessoas simultaneamente

O International Workplace Group (IWG) anunciou nesta segunda-feira (9) a inauguração de mais um coworking da rede no Brasil, desta vez no bairro de Ipanema, zona sul do Rio de Janeiro. O prédio de dez andares e 3,5 mil metros quadrados vai levar o nome da marca Spaces, a quinta unidade no país - são três em São Paulo e duas no Rio de Janeiro com esta inauguração.

O CEO Brasil da IWG, Tiago Alves, assinou na última sexta-feira (6) o contrato de locação do edifício, desocupado pela concorrente WeWork em junho. O executivo afirmou que o local vai receber melhorias nas instalações, mas deve começar a funcionar já em novembro. O coworking Spaces Ipanema tem capacidade para acolher 400 empresas ou mil pessoas simultaneamente, segundo a IWG.

“A expectativa é de que muitos dos clientes do Spaces Ipanema sejam empresas que tiveram que deixar o espaço após a WeWork decretar o fim das operações no local”, afirma Alves. Esta é a segunda vez que o IWG expande seu alcance ao se instalar em uma unidade que pertencia à concorrente. No meio do ano, o grupo inaugurou um coworking na região metropolitana de Hong Kong, cujo espaço também fora desocupado pela rival. 

O IWG também possui as marcas HQ e Regus, esta última com mais de 70 unidades espalhadas pelo país. O movimento de expansão com o Spaces Ipanema consolida a liderança do grupo no mercado brasileiro de coworkings. “Em uma crise sem precedentes como a causada pela Covid-19, o que vai garantir a sobrevivência das empresas é a capacidade de gestão, além da marca forte e estabelecida, atributos que certamente são inerentes à nossa companhia”, assinala Alves.

No período de pandemia, a IWG realizou um movimento estratégico para atender uma nova necessidade do mundo corporativo: devolveu quatro unidades nos bairros Itaim e Cidade Jardim, em São Paulo, e inaugurou duas unidades em Santo Amaro e na Lapa, também na capital paulista, para descentralizar os coworkings, deslocando-se a novos eixos nos quais houve aumento de demanda.

Segundo Tiago Alves, a procura por espaços flexíveis de trabalho aumentou 30% nos últimos seis meses, com destaque para unidades próximas às moradias dos trabalhadores. “No cenário atual, em que muitas empresas precisam retornar ao trabalho presencial e ao mesmo tempo diminuir custos, os coworkings se destacam como uma das opções mais adequadas e convenientes para as companhias”, diz.

A alta na demanda também pode ser explicada pelas dificuldades encontradas por muitos colaboradores ao trabalhar em casa: “O home office se mostrou insustentável para muitos profissionais, seja por aspectos de produtividade, falta de estrutura, conexão e segurança apropriadas ou até por questões psicológicas e comportamentais”, resume o CEO Brasil da IWG.

A gigante mundial de coworkings ainda planeja inaugurar mais uma unidade Spaces no país em 2020, a quarta em São Paulo, em um prédio que já pertence ao grupo, localizado na Alameda Santos, 200, próximo à Avenida Paulista. 

O Spaces Ipanema está localizado na Avenida Visconde de Pirajá, 495, a pouco mais de 500 metros da praia, um dos cartões postais da cidade, e pode ser acessado facilmente via transporte público.

Related News
←  SHARE
Real Estate
GRI
X
Privacy policy and how we use cookies
We use cookies to give you the best experience on our website.
By continuing we'll assume you're on board with our privacy police
Accept and hide this message