Crédito: Unsplash
Português

Avanço de securitização e FIIs alavanca serviços correlatos

3 MIN READAugust 08, 2019
Os segmentos de securitização e de fundos de investimento imobiliário (FIIs) devem protagonizar crescimento acelerado nos próximos meses, avalia a Conveste Serviços Financeiros. Esse movimento deve abrir caminho para avanços na prestação de serviços relacionados, como os da própria Conveste, que atua na área de auditoria e gerenciamento de recebíveis, visando proporcionar mais transparência aos investidores.

"O mercado está muito otimista e a expectativas para o ano são muito boas. O espaço para emissão de CRIs [Certificados de Recebíveis Imobiliários] ainda é muito grande. Esse ramo deve andar bastante. A securitização está sendo muito bem vista e é muito percebida agora como forma de ajudar as empresas a alavancarem seu fluxo de caixa e a terminarem suas obras", diz Thayne Castilho, supervisora de Novos Negócios da Conveste. "O próprio impacto [da liberação] do FGTS vai trazer muito benefício. Mais pessoas vão investir em fundos imobiliários", continua ela. 

Contribuem para esse cenário positivo, por exemplo, novidades como a proposta da Caixa Econômica Federal de passar a usar o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) como indexador de crédito imobiliário em substituição à Taxa Referencial (TR), permitindo a securitização dessas operações no mercado de capitais, e também a autorização da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para que empresas de qualquer setor emitam CRIs com lastro em transações efetuadas no passado que tenham gerado desembolsos para aquisição, construção e reformas de imóveis.

Expansão de recebíveis e unidades imobiliárias sob gestão

A partir dessa horizonte, a Conveste, que tem como principais clientes securitizadoras e gestores de FIIs, espera terminar o ano com relevante expansão. Hoje, a companhia tem em sua carteira R$ 5,6 bilhões em recebíveis imobiliários e aproximadamente 105 mil unidades imobiliárias sob gestão, com presença em 14 estados e 60 cidades. "Pretendemos fechar 2019 com pelo menos mais de 150 mil unidades e [um total de] R$ 6,5 bilhões a R$ 7 bilhões em recebíveis sob gestão, talvez até mais", calcula Thayne Castilho.

Ela conta que já "estão na esteira, para dar início [à prestação de serviços], quatro [novos empreendimentos] fracionados, cinco loteamentos e duas incorporações [residenciais]". Projetos no segmento de imóveis comerciais também podem vir a entrar para a carteira. "Onde houver boleto, é possível atuarmos para verificar se os procedimentos estão de acordo", resume. 

No caso dos FIIs, a executiva explica que a Conveste desenvolveu uma oferta voltada especificamente aos gestores desse tipo de veículo. "Trata-se de um serviço diferente, que busca solucionar algumas lacunas de informações que eles enfrentam e apoiá-los para que forneçam nas lâminas todos os dados necessários aos clientes – e esses, por sua vez, acompanhem os créditos imobiliários cada vez mais de perto e se sintam mais seguros sobre onde estão colocando seu dinheiro." Nesse âmbito, a companhia, além de realizar auditoria, trabalha para monitorar crédito a crédito e verificar a saúde da carteira.


Fórum GRI de Fundos Imobiliários 2019

Fórum GRI de Fundos Imobiliários 2019

A Conveste Serviços Financeiros é uma das empresas que estarão representadas no Fórum GRI de Fundos Imobiliários 2019. O evento reunirá mais de mil investidores para discutir perspectivas e oportunidades nesse segmento. Serão 9 horas de conteúdo qualificado, apresentações de cases, palestras com especialistas e interação com os principais gestores e distribuidores de investimentos do Brasil.
Veja detalhes da programação e como participar.
Related News
←  SHARE
Real Estate
GRI
X
Privacy policy and how we use cookies
We use cookies to give you the best experience on our website.
By continuing we'll assume you're on board with our privacy police
Accept and hide this message