Crédito: Envato Elements
Português

Aquisição de terrenos e contrato de venda de imóveis

6 MIN READMay 28, 2020

Em mais um eMeeting promovido pelo GRI Club, executivos do mercado imobiliário brasileiro se reuniram para discutir os impactos na aquisição de terrenos e contrato de venda de imóveis, além das perspectivas para incorporadores e negócios imobiliários em andamento no cenário atual. 

Quais os impactos deixados pelo cenário atual no consumidor? Como está o andamento das obras neste momento? Quais os impactos deixados pelo atual momento nos preços dos ativos atuais e no futuro? Como os bancos estão se comportando diante do ciclo de crédito imobiliário e financiamento? Quais os impactos dos distratos para as incorporadoras?

Essas e diversas outras questões foram discutidas na tarde de terça-feira (26/05) com mais de 40 nomes do setor para compartilhar percepções e experiências. Confira abaixo os principais pontos discutidos:  

Resumo

Passados mais de 60 dias após o início do Coronavírus no Brasil, uma das principais discussões que se dá no mercado imobiliário é sobre o que os principais players de incorporação estão sentindo do consumidor no momento atual, além de suas perspectivas para andamento de obras e lançamentos futuros. Em um momento conturbado, em que todos foram pegos de surpresa no país, os principais players do mercado imobiliário buscam altivez e tranquilidade para lidar com os desafios deixados pelo cenário atual.

Sem dúvidas, o momento trouxe muitos desafios e incerteza para os próximos meses, mas não suficientes para tirar o otimismo daqueles que ainda veem vendas sendo feitas, além de um número baixo de pedidos de distrato. É claro que a maior parte dos incorporadores teve que lidar com solicitações de renegociação de parcelas, números que afetaram poucos contratos, mas a expectativa é que esse valor seja pago já nos próximos meses com a retomada de confiança pelo consumidor. 

O sentimento geral é que, para os segmentos de médio, médio-alto, alto e altíssimo padrão, houve adiamento da decisão de compra por parte de muitos clientes. Mesmo assim, algumas incorporadoras conseguiram equilibrar suas vendas com as unidades econômicas, que saíram do estoque e devem dar fôlego para o caixa nos próximos meses.  O que está faltando para muitos é o fechamento de novos negócios, aliados à perda de medo dos clientes.  Espera-se, no futuro breve, que as vendas voltarão ao normal, com a retomada de pontos de venda, showrooms e decorados, já que muitos ainda estão procurando imóveis e a intenção de compra não foi tão afetada, para surpresa de muitos.

Do ponto de vista jurídico, muitos advogados estão analisando caso a caso a questão do adquirente. Para muitos, não deve-se falar em desconto, mas uma flexibilização maior de pagamento de parcelas. Defender a validade da Lei dos Distratos é fundamental, sempre aliado à sensibilidade, que faz parte do jogo neste momento. Previsibilidade é essencial para a retomada econômica após pandemia e a Lei é a regra do jogo que não deveria ser rasgada pelo Judiciário, salvo em situações muito excepcionais como desemprego e perda financeira comprovada.

Para as próximas semanas, fica a dúvida sobre a decisão dos Governos Estaduais em paralisar ou não as obras da construção civil nos Estados, que teria um impacto muito negativo para o mercado imobiliário como um todo, e diminuiria a expectativa otimista de retomada do setor. Em São Paulo, o Governo do Estado confirmou novamente o andamento das obras da construção civil auxiliando os incorporadores a manter os prazos previstos de entrega. A maioria segue confiante que gradualmente voltaremos ao normal e os lançamentos retomarão no segundo semestre. Alguns mencionaram que embora com maior cautela, a busca e negociação por terrenos continua neste período e será de grande importância para o momento de retomada do setor.

A moderação do debate foi feita por Rodrigo Bicalho (Bicalho e Mollica Advogados) e contou com a participação de Bira Freitas (Tegra Incorporadora), Fernanda Mustacchi (Mustacchi Advogados), Jorge Cury Neto (Trisul), Marcos Lopes Prado (Cescon Barrieu Advogados), Rodrigo Dias (VBD Advogados), Vladimir Abreu (Tozzini Freire Advogados), entre outros.

A agenda do GRI Club Real Estate no Brasil 

A agenda de eMeetings do GRI Club Real Estate no Brasil para 2020 já está disponível.
Conheça o que vem pela frente e programe-se.
 
Related News
←  SHARE
Real Estate
GRI
X
Privacy policy and how we use cookies
We use cookies to give you the best experience on our website.
By continuing we'll assume you're on board with our privacy police
Accept and hide this message