Legenda: Pólo industrial de Resende - Crédito: Divulgação
Português

Aposta na sinergia entre indústria e mercado imobiliário

6 MIN READDecember 10, 2019

 Leonardo Cunha*

Mais uma vez o mercado imobiliário vai se comportando como um dos principais termômetros da economia brasileira. Desde meados de 2019, o setor acelera seu ritmo de lançamentos embalado pelo cenário de queda de juros, avanço na agenda de reformas e expectativa de melhora do PIB. 

As primeiras localidades a expressarem essa retomada são São Paulo e Rio de Janeiro. Dados do Secovi indicam que a capital paulista comercializou 30,5 mil unidades residenciais de janeiro a setembro, número 70% maior do que o do mesmo período do ano passado. Já na capital fluminense, a alta foi de 13%, com um total de 30,7 mil imóveis entre novos e antigos. Dessa forma, cria-se um eixo de desenvolvimento promissor para 2020, atraindo investimentos e a possibilidade de impulsionar novos negócios imobiliários, inclusive nas áreas entre as duas capitais.

Com um land bank de 20 milhões de metros quadrados distribuídos pelo Vale do Paraíba Fluminense, em propriedades adjacentes à Rodovia Presidente Dutra (BR-116) e à ferrovia da MRS Logística, o Grupo Porto Real S.A. esteve focado em criar produtos baseados na vantagem logística dessa centralidade, facilitando a multinacionais o atendimento aos estados de Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais. Foi assim que criamos nosso pólo industrial, de 15 milhões de metros quadrados, situado nos municípios de Porto Real e Resende. PeugeotCitroën, Nissan, Volkswagen e toda a cadeia de fornecedores dessas montadoras operam no local, empregando milhares de pessoas e alavancando o crescimento da região. 

A Volkswagen Caminhões e Ônibus, por exemplo, trabalha em uma linha de caminhões elétricos chamada e-Delivery, pioneira no território nacional. Embora o modelo elétrico custe hoje 2,3 mais que o convencional, ele representa uma importante economia de combustível e 50% menos gastos com manutenção, além do fundamental impulso ao uso de matrizes energéticas limpas e sustentáveis na logística de um país de dimensões continentais.

A cervejaria Ambev já encomendou 1600 unidades a serem fabricadas no pólo industrial de Resende, e outros 50 potenciais clientes já estão em negociação. Com isso, parceiros da cadeia produtiva já se instalam no local, entre eles Siemens (fornecimento de infraestrutura, carregadores e energia para os clientes), CATL e Moura (fornecimento e manutenção das baterias), Bosch e WEG (componentes), Semcon (serviços de engenharia) e Meritor (eixos). 

Como desdobramento dessas iniciativas, entre 2018 e 2019, Resende saltou da 66ª para a 26ª posição no ranking '100 Melhores Cidades Para Fazer Negócio', elaborado pela revista Exame em parceria com a consultoria Urban System. O resultado vai na contramão de outras cidades fluminenses que viram sua economia desacelerar com a crise do óleo e do gás. 

O próximo passo é a evolução do estudo de um Eco Parque Industrial que ocupará uma área de 7 milhões de m2 tendo como objetivo a produção de ponta com o mínimo de impacto ambiental. Técnicas para zoneamento, levantamento das características dos solos, relevos, declividades e questões hidrológicas, impactos de tráfego e investigação sobre a delimitação ideal da Área de Preservação Permanente do rio Paraíba do Sul integram nosso escopo de pesquisa. 

O bom momento regional e a retomada do mercado imobiliário nortearam nossa decisão de destinar 3 milhões de metros quadrados ao desenvolvimento de um bairro de referência. Para isso, convidamos a Arcadis, empresa global de consultoria de projeto, engenharia e gerenciamento sediada em Amsterdã, na Holanda, para conceber um produto que se destaca pelo uso misto e pelo compromisso com o urbanismo sustentável. Sua atuação reflete uma tendência mundial de conceber lugares que elevem a qualidade de vida das pessoas sem prejuízo ao meio ambiente. 

Com o novo bairro, que chamamos de TerraNova, esperamos promover padrões de ocupação que favoreçam a caminhabilidade e o uso de bicicletas pela população, com espaços públicos capazes de fortaleçam o espírito comunitário e servir de suporte às atividades de recreação e lazer, valorizando o potencial paisagístico nativo. As preocupações urbanísticas e ambientais têm direcionado o empreendimento cujo valor geral de vendas é estimado em R$ 1 bilhão, dos quais R$ 21 milhões virão com o loteamento que representa a primeira etapa de desenvolvimento desta área, situada no município de Porto Real.

Somos uma holding de capital fechado e controle familiar, detentora de um portfólio de negócios diversificado, o que nos permite pensar nossas atividades de maneira ampla e aprofundada. A visão estratégica e sistêmica dos sócios historicamente nos permite operar em frentes variadas, e isso vem desde a conversão da indústria açucareira iniciada pela família empresária na principal planta da Coca-Cola Brasil, subsidiária da Coca-Cola Company e integrada à Femsa em 2013. Atuamos fortemente em agropecuária, por meio da empresa de gado de corte Remon, e dispomos ainda do Banco Porto Real, focado em investimentos, e negócios no setor de comunicação.

De todas essas frentes de trabalho, porém, nenhuma é mais impactante como ferramenta de transformação do que o desenvolvimento imobiliário. Queremos promover a evolução sustentável das cidades onde estamos presentes a partir da compreensão dos potenciais das cadeias produtivas e vocações regionais. Nosso objetivo é dar aos terrenos usos complementares às atividades e serviços já presentes no entorno, contribuindo para uma espiral de crescimento consistente. Acreditamos na concepção de produtos que sinergicamente possam fortalecer a economia local, gerar empregos e assim promover a autossuficiência dos municípios onde operamos. Dessa forma integrada e abrangente, almejamos contribuir para o desenvolvimento próspero, efetivo e de longo prazo de uma das áreas com maior potencial de atração de investimentos do País.

*Leonardo Cunha, na Porto Real S.A,. é responsável pelas áreas de Novos Negócios, Incorporação, Desenvolvimento Imobiliário e Comercial. A Porto Real é membro do GRI Club Real Estate Brazil


Este artigo é de responsabilidade do autor e não representa necessariamente a opinião do GRI Hub.

 

Related News
←  SHARE
Real Estate
GRI
X
Privacy policy and how we use cookies
We use cookies to give you the best experience on our website.
By continuing we'll assume you're on board with our privacy police
Accept and hide this message