Pexels
Português

Ambiente inteligente é realidade em segmentos imobiliários

3 MIN READApril 12, 2019
Especializada em otimização e diagnóstico de espaços via sensoriamento, a omni-electronica, startup do GRI Tech Club, esteve presente durante a última edição do GRI Escritórios Brasil, em março, para demonstrar aos players os detalhes da tecnologia voltada à viabilização de ambientes inteligentes no mercado imobiliário. Para além das inúmeras possibilidades de aplicação, os segmentos mais beneficiados pela tendência e com maior demanda identificada são escritórios, shoppings centers e retail.

“Por meio de sensores de imageamento infravermelho, nossa plataforma gera dados a respeito de ambientes físicos. São informações essenciais para operações de concept management [direção e planejamento], retrofit, criação e desenvolvimento de locais de trabalho, e que também podem ser utilizadas no dia a dia, em operações de varejo, na estratégia de layout de uma loja e fluxo de pessoas, por exemplo”, conta Arthur Aikawa, cofundador da omni-electronica, que opera desde 2016 com o produto.

Ainda segundo o executivo, a ferramenta permite uma análise precisa do uso do espaço, identificando o fluxo de pessoas em cada região dentro de um determinado perímetro, em diferentes intervalos de tempo, o que pode ser útil na identificação de metragens inutilizadas, em análise predial, em eficiência energética e em estratégias de faturamento comercial.

Repensando o uso do espaço

“Já vimos casos em que os dados coletados mostraram que duas lajes corporativas de quase dois mil metros quadrados tinham na verdade uma utilização que variava entre 40% e 60% do total abarcado”, conta Aikawa, ao relembrar os cases mais recentes da empresa para o mercado de escritórios. “Ou seja, se fosse reduzido para apenas uma laje, haveria uma economia de pelo menos 50% do investimento. Esse dado quantitativo mostra o quanto você realmente precisa de um espaço”, continua.

Arthur Aikawa
Arthur Aikawa | GRI Club / Flávio Guarnieri

No que diz respeito a shoppings e retail, o recurso pode ser útil para lojistas, operadores e grandes varejistas. É possível, através das informações coletadas, observar o fluxo de pessoas e criar estratégias mais palatáveis sobre direcionamento de vendas e organização de produtos.

“Tivemos também resultados interessantes em varejo, [a exemplo da] identificação, através de um mapeamento de popularidade de produtos, de uma perda de 10% do faturamento mensal”, continua o executivo, que cita ainda a aplicação para obter eficiência energética, trazendo o caso em que foi feito o controle em tempo real da ventilação em uma rede de academias, o que permitiu reduzir custos nas contas de energia da empresa. “Utilizando dados da qualidade do ar e de ocupação de espaço para monitorar o sistema de ventilação num controle sob demanda, conseguimos identificar um potencial de cerca de 8% de economia nos gastos com energia”, complementa.

Detalhes da tecnologia

Do ponto de vista conceitual, o processo é simples: através de sensores acionados no ambiente, é realizado um imageamento infravermelho que capta rastros e variações térmicas que são usadas em parâmetros de comparação, conforme a imagem abaixo, captada em experimento realizado pela omni-electronica no GRI Escritórios Brasil 2019, é possível acompanhar os detalhes do fluxo de pessoas durante o evento.

Sensoreamento Omni-electronica

Vídeo: Omni-electronica

Às 9 horas e 40 minutos, a concentração de pessoas num mesmo ambiente – identificada pela coloração mais intensa, que varia de acordo com a temperatura naquele momento – é maior por se tratar da abertura da programação. Passado esse período, a pigmentação é alterada de acordo com as concentrações em salas de discussões ao longo do dia. Ao final, a partir das 16 horas e 30 minutos, os sensores apontam maior concentração no extremo esquerdo da imagem, correspondendo ao início do painel de encerramento da conferência. O acompanhamento foi realizado com parte da equipe do GRI Club presente no encontro. 

“Uma vez que a pessoa passa ali, ela tem uma temperatura maior do que o ambiente e acaba sendo registrada no sensor. Esse método para monitoramento é bem interessante para o ambiente corporativo, porque não é invasivo”, explica Aikawa.

Ainda segundo o especialista, antes as instalações de ambiente inteligente estavam muito restritas às grandes indústrias. “Agora, com o desenvolvimento e disseminação de sistemas de sensoriamento e processamento de big data, esse tipo de tecnologia está mais acessível à escala corporativa”, afirma. “Quanto aos custos, têm como base o metro quadrado e variam de acordo com os parâmetros que o gestor está interessado em coletar, bem como com a duração do contrato, que tende a ser de longa duração”, conclui.

 

GRI Shopping & Retail Brasil 2019

GRI Shopping & Retail Brasil 2019

As principais discussões sobre tendências e desafios para o segmento de shopping e varejo fazem parte da programação do GRI Shopping & Retail Brasil 2019, que ocorre nos próximos dias 05 e 06 de junho, em São Paulo. Grandes líderes desse segmento imobiliário já confirmaram presença. Acesse o site do evento e descubra outras informações.

 
Related News
←  SHARE
Real Estate
GRI
X
Privacy policy and how we use cookies
We use cookies to give you the best experience on our website.
By continuing we'll assume you're on board with our privacy police
Accept and hide this message