Pixabay
Português

2019 deve ser ano de crescimento para fundos imobiliários

4 MIN READNovember 23, 2018
As perspectivas para o setor imobiliário, frente aos primeiros sinais dados pelo futuro governo Jair Bolsonaro, se mostram crescentemente positivas, em particular para a indústria de fundos de investimento imobiliário (FIIs), que devem ganhar mais atratividade a partir do próximo ano.

O nível de otimismo dos líderes desse mercado – já capturado pelo Termômetro do GRI Club Real Estate logo que encerrada a corrida presidencial – está elevado. "Já vemos sinais de recuperação em praticamente todos os segmentos, a exemplo dos aluguéis que estão voltando a subir, dos níveis de vacância caindo e das vendas dos lojistas nos shoppings melhorando", confirma Leandro Bousquet, sócio da Vinci Partners, onde é responsável pela área de real estate

"Antes, havia uma incerteza em relação a quem ganharia a eleição e, depois, sobre qual seria a 'cara' do novo governo. O que se está desenhando até o momento – o discurso de eficiência do Estado e as indicações anunciadas [pela futura administração] – é o melhor [cenário] possível para a economia e os negócios", continua ele. 

Com larga experiência no mercado de fundos imobiliários, Leandro recorda que, no caso desse tipo de aporte, há impacto direto do nível da taxas de juros. "Caso o governo consiga aprovar um mínimo pacote de medidas na área fiscal, as expectativas de taxas de juros podem mudar completamente e o cenário será ainda mais benigno para a indústria de FIIs".

O potencial da carteira imobiliária tem sido observado pelos investidores e já se reflete nas estatísticas. De acordo com dados divulgados pela B3, entre o período de setembro de 2017 e o mesmo mês de 2018, o número de cotistas de FIIs aumentou 65%, passando de 107,7 mil para 177,8 mil.

"Acreditamos que esse é o melhor tipo de veículo para se investir em imóveis para renda, pois atende a todos os perfis de investidores", afirma o representante da Vinci Partners. 

GRI Fundos Imobiliários

Junto a outros nomes de peso – como Augusto Martins (Credit Suisse Hedging Griffo Brazil), Mauro Dias (GLP), Rossano Nonino (Ourinvest Real Estate), Alexandre Mastrocinque, Caio Mesquita (ambos Empiricus), Marcelo Rainho e Pedro Carraz (ambos da XP Asset Management), Leandro Bousquet integra a lista de especialistas que estarão no GRI Fundos Imobiliários 2018, evento dedicado ao público investidor institucional.

Entre os objetivos do encontro, está o de discutir oportunidades oferecidas por esses veículos. "O segmento de fundos imobiliários tem crescido muito e deve ser um dos mais potenciais para os próximos anos", projeta Bousquet.


Leandro Bousquet (Vinci Partners) | Crédito: Mario Miranda Filho

Segundo ele, as discussões do GRI Fundos Imobiliários devem englobar experiências de outros países, como Estados Unidos e México, e também a análise dos fundos multiativos, que, na sua avaliação, tendem a oferecer melhores perspectivas. O evento também visa esclarecer dúvidas, entender as preocupações e eventuais gargalos e delinear soluções para atender a novos entrantes. 

Bousquet falará ainda sobre o potencial de dois dos segmentos imobiliários – shoppings e logística. A Vinci, inclusive, se prepara para lançar um fundo focado nesse último ramo. "É o que mais se beneficia do fenômeno do e-commerce, uma área que tem crescido e cujo principal gap é a logística. Há uma demanda [não suprida]", analisa. 

O GRI Fundos Imobiliários 2018 será realizado das 8h30 às 18h30 do dia 04 de dezembro no Centro de Convenções do São Paulo Corporate Towers, com uma agenda voltada a investidores institucionais, como bancos de investimentos, family offices, fundos de pensão e regime de previdência dos servidores públicos – denominado Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) – e fundos soberanos.

A participação só é possível por convite e os critérios para elegibilidade podem ser obtidos diretamente com a equipe do GRI, por meio do site do evento

Fórum GRI de Fundos Imobiliários

Um dia antes, em 03 de dezembro, acontece o Fórum GRI de Fundos Imobiliários 2018, destinado ao investidor pessoa física e agentes autônomos de investimentos (AAIs). "Nessa data, faremos um trabalho educacional com análises de fundos de gestão ativa, passiva, riscos e potenciais retornos de cada", complementa Leandro. 

A programação completa já está disponível no site do evento.
 
Related News
←  SHARE
Real Estate
GRI
X
Privacy policy and how we use cookies
We use cookies to give you the best experience on our website.
By continuing we'll assume you're on board with our privacy police
Accept and hide this message