Foto: ao centro, Bento Albuquerque (MME) / Crédito: Saulo Cruz/MME
Português

Novo programa é tido como continuidade do Gás para Crescer

4 MIN READJune 24, 2019
O anunciado programa Novo Mercado de Gás Natural, promovido pelo Ministério de Minas e Energia com o objetivo de criar as condições para que as empresas do setor se tornem cada vez mais competitivas, é a continuidade da iniciativa Gás para Crescer, opina o especialista Ali El Hage Filho, sócio do Veirano Advogados.

"O Novo Mercado de Gás [Natural] nada mais é do que o reaquecimento do Gás para Crescer, que foi discutido em 2016", considera ele ao abordar o tema. 

Para El Hage Filho, avanços nesse segmento, incluindo a possibilidade de análise de um novo marco regulatório para o mercado, devem ocorrer a passos lentos. "Há a expectativa de algumas ações pontuais, [pois] temos uma pauta difícil no Congresso, com as reformas da Previdência e tributária. Agora em julho, ocorre o recesso parlamentar e deve haver pouca evolução."

Lançado em junho de 2016, o plano anterior tinha como objetivo estudar e elaborar propostas para manter o adequado funcionamento do setor de gás. Em dezembro de 2018, antes de deixar o posto, o então presidente Michel Temer autorizou, por meio de decreto (nº 9.616/2018), propostas que não requeriam mudanças na legislação. 

Diretrizes do programa

Presidido por Bento Albuquerque, titular do Ministério de Minas e Energia (MME), o Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) se reúne nesta segunda-feira, 24 de junho, para delimitar as propostas do novo programa, que será apresentado à Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado na próxima terça-feira (25 de junho). Os encontros constam das agendas oficiais do ministério e da Casa parlamentar.

Desde o início da gestão, essa pasta vem estimulando uma ampla discussão pública sobre a abertura do mercado de gás no Brasil. "Nesse sentido, [o MME] tem realizado reuniões com os diversos agentes do setor, empresas, associações e mantido diálogo aberto e construtivo alinhado às diretrizes de governança, segurança jurídica e regulatória, e previsibilidade", informa a pasta em publicação oficial sobre essa indústria. 

Em março, ao anunciar as ações prioritárias da gestão federal, o ministro Bento Albuquerque destacou a criação do Novo Mercado do Gás. A proposta, realizada em parceria com o Ministério da Economia, tem o propósito de criar condições para que as empresas se tornem cada vez mais competitivas com o custo de energia, levando em consideração o papel fundamental do gás na matriz energética brasileira.

“Os EUA se tornaram um importador de gás natural e o preço está bastante propício para que investimentos sejam feitos no setor. Estamos trabalhando no projeto e pretendemos apresentar até o final do mês de junho como conduziremos o programa”, afirmou Bento Albuquerque à época.

Infra Brazil GRI 2019

Infra Brazil GRI 2019

O Infra Brazil GRI 2019, evento que reunirá entes públicos e representantes das principais companhias que atuam no setor de infraestrutura brasileiro, ocorre em outubro em São Paulo. A conferência chega à sua 5ª edição como a mais renomada plataforma de diálogo entre os setores público e privado que atuam nos diversos segmentos do mercado, incluindo, entre outros, petróleo e gás, energia e saneamento. Veja a programação e como participar.


 
Related News
←  SHARE
Infrastructure
GRI
X
Privacy policy and how we use cookies
We use cookies to give you the best experience on our website.
By continuing we'll assume you're on board with our privacy police
Accept and hide this message